Os Workshops serão realizados no dia 11 de novembro das 13 às 17hs na UniBH.

1. Princípios de design para aplicar metodologias hands on em sala de aula

Instrutores: Akemi Ishihara e Cláudia Dias
Número de participantes: 15

Inscrição:

As metodologias hands on têm sido cada vez mais utilizadas na educação devido ao seu caráter prático, pois seu fundamento é “botar a mão na massa”, colocando o aluno como protagonista do processo de aprendizagem. Neste workshop será apresentada uma atividade prática e os fundamentos utilizados para a sua construção, quais os princípios do design foram utilizados para desenvolver a atividade no intuito de tangibilizar conceitos utilizando recursos como blocos de montar, materiais e outros objetos.

Sobre os instrutores: 

Akemi Ishihara Designer Gráfico pela Universidade do Estado de Minas Gerais e mestre em Design pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Especialista em educação pelo Unibh e em Gestão dos processos de produção gráfica pela Newton Paiva/FIEMG Atualmente é professora da Escola de Design – UEMG e do Centro Universitário de Belo Horizonte e professor da pós-graduação do Centro Universitário de Belo Horizonte. Atuando no mercado como designer desde 1998, atualmente desenvolve projetos de Branding e Design Estratégico, como professora trabalha com inovação e metodologias ativas para desenvolvimento de práticas pedagógicas. Cláudia Dias Doutoranda em Design pela Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais, Mestre em Design pela Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (2014), pós-graduada em MBA de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (2010) e em Revitalização Urbana e Arquitetônica pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (1999), graduada em Design pela Universidade do Estado de Minas Gerais (2003) e em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (1994). Além de atuar desde 1995 como profissional autônomo de Arquitetura e Design atualmente, é professora na Escola de Design. Coordenou o Núcleo de Inovação e transferência de Tecnologia da Universidade do Estado de Minas Gerais – NIT-UEMG. Possui experiência em desenvolvimento de projetos de inovação e design. Concebe, organiza e produz eventos e exposições de tecnologia, inovação e design.

2. Como seria o seu museu?

Instrutores: Rangel Sales e Fernanda Motta
Número de participantes: 30

Inscrição:

A Oficina “Como seria o seu museu?” tem como propósito favorecer que a comunidade se integre aos processos de planejamento, gestão e compartilhamento do conhecimento que circula nestes espaços. Busca-se estimular a dinâmica de criação e partilha coletiva de significados culturais, gerando um sentido de pertencimento e de participação ativa das pessoas envolvidas. A partir de reflexões iniciais sobre o papel da cultura no mundo moderno, conectando-a aos movimentos sociais e aos fluxos de desenvolvimento da cidade, são experimentadas metodologias colaborativas para possibilitar o alcance dos objetivos propostos.

  • Brainstorming – envolve pensar coletivamente e compartilhar ideias relacionadas às funções, desafios e possibilidades dos espaços culturais.
  • Pitch – desenvolve o espírito de grupo, fomentando a organização e apresentação das ideias para subsidiar processos de co-criação.
  • Prototipação – possibilita a aplicação de métodos colaborativos para a materialização das ideias, representando um laboratório para o desenvolvimento de propostas e futuros projetos.

Sobre os instrutores:

Rangel Sales Graduado em Comunicação Social pela Faculdade Promove, Especialista em Projetos Editoriais Multimidiáticos pelo Centro Universitário Una e Mestre em Educação Tecnológica pelo CEFET-MG. Experiência de de 10 anos em docência nas áreas de design e comunicação visual e coordenação acadêmica. Desenvolve pesquisas sobre interdisciplinaridade, comunicação na pós-modernidade e analogias e metáforas aplicadas na comunicação de objetos museais. Fernanda Motta Graduada em Comunicação Social, Mestre em Administração e Doutoranda em Gestão e Organização do Conhecimento pela Universidade Federal de Minas Gerais. Experiência de 15 anos em coordenação acadêmica e docência no ensino superior. Desenvolve pesquisas sobre cultura, gestão e organização do conhecimento, gestão em museus e espaços culturais e processos criativos.

3. Sound design para e-books interativos

Instrutores: Júlio Alessi e André Borges
Número de participantes: 30

Inscrição:

O workshop propõe conhecer as principais etapas de construção de uma trilha sonora para um livro digital, com exemplos práticos através de uma cocriação com os alunos de uma trilha sonora de uma parte do livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (Machado de Assis)

Sobre os instrutores:

Júlio Alessi Possui graduação em Design Gráfico- pela Universidade do Estado de Minas Gerais e Pós-graduação em Formação de formadores em EAD pela Universidade Nacional de Brasília, mestrado em cinema pela Escola de Belas Artes da UFMG e doutorando em Design pela Escola de Design da UEMG. É membro do grupo de pesquisa de Design e Representações Sociais da Escola de Design da UEMG na área de sound design, animação e produções audiovisual. Atualmente é professor – Faculdades Promove – Sete Lagoas e professor do UNIBH na área de design, produção musical, cinema e fotografia. É produtor audiovisual nas áreas de cinema, vídeo e trilhas sonoras. André Borges Meyerewicz Possui graduação em Letras (Língua Portuguesa e Literatura Brasileira) e Mestrado em Teoria da Literatura e sistemas semióticos ambos pela Faculdade de Letras da UFMG. A formação musical foi realizada na Fundação de Educação Artística de Belo Horizonte (Teoria Musical, Harmonia e Contraponto) e profissionalizou-se no curso de Formação Musical da Escola de Música da UFMG. Tecladista e compositor, tem composições próprias (disponíveis em canal no youtube) e compôs trilhas para o documentário Como Matar Um Criminoso (produzido pelo Ato efeito em parceria com a Cacto Filmes; direção de Julio Alessi), para o filme Fabiano de Cristo (Direção e Produção de Abel Silva, Belo Horizonte, 2017) e compôs três peças para o vídeo O Maior Espetáculo do Universo (produzido pelo grupo de pesquisa Design e Representações Sociais. UEMG/CnPQ).